Ideias boas

para usar todos os dias

Quinta-feira, 11 de Novembro de 2010

Requiescat in pace "Homem do Adeus"

Já muito byte e muita tinta correu sobre a mais recente perda da cidade da Lisboa. Pouco me resta a acrescentar ao que já foi dito sobre o Homem que Dizia Adeus (João Serra para quem falava com ele).

 

Nunca tive a felicidade de passar de carro para ter direito a um adeus, mas vi-o várias vezes a caminho de casa. Tão singela figura não passava despercebida na cidade. Fazia parte dela. Era um pouco da sua identidade.

 

O gesto singelo que oferecia a cada um dos automobilistas marcava-os, mudava alguma coisa. Que coisa é, pouco importa.

 

A verdade é que ele próprio, o homem do adeus, foi em tempos marcado por outra pessoa. Era ele quem o dizia:

"Não sei como tudo começou. Um dia estava na rua e acenaram-me. E eu acenei de volta"

 

Foi assim. Pronto...mais nada.

 

Esta é a fórmula da eternidade: Nós somos mais do que o nosso corpo encerra, somos também aquilo que fazemos os outros serem.

 

Esta é para ti João Serra. Como tu dirias "Até sempre"

 

 

publicado por 7partidas às 19:28

Comentar:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


pesquisar

 

Novembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
17
18
19
21
22
23
25
26
27
28
29
30

arquivos

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D